Telefone: (41) 3027-4741
Fale Conosco
Meus Pedidos
Minha Conta
Bem vindo(a) Visitante, faça login ou cadastre-se
Página Inicial >> Pintura >>
Maria Amélia DAssumpção
Autor
Maria Amélia DAssumpção
Titulo
Ténica
Óleo sobre tela
Assinatura
Canto inferior esquerdo
Observações

Medidas da obra 53x52cm

Medida com moldura 79x78cm

preço sob consulta
Adicionar aos favoritos
Adicionar ao ambiente
Compartilhar
Biografia do Artista

Maria Amélia D'Assumpção (Joinville/SC, 1883 - Curitiba/PR, 1955)

Desenhista, pintora e professora de arte. O nome de Maria Amélia Fernandes de Barros surge na relação de alunos que começam a frequentar o Conservatório de Belas Artes - dirigido por Paulo Ildefonso D’Assumpção, a partir de janeiro de 1896. Em 1900, aos dezessete anos de idade, ela casa-se com um primo, o engenheiro Joaquim Ignácio Silveira da Motta, que morre, prematuramente, sete meses depois. Passa, então, a assinar o nome de Maria Amélia de Barros Mattos. Desse matrimônio nasce um filho, também chamado Joaquim Ignácio Silveira da Motta; posteriormente engenheiro agrônomo, radicado em Pelotas/RS. Viúva com um filho, Maria Amélia fixa residência no Rio de Janeiro, para onde se transferira seu pai, já aposentado. Como esse falece em 1908, Maria Amélia, suas irmãs e seu filho retornam a Curitiba. Justamente, pensando na pintura como um meio de sobrevivência que lhe permitisse educar o filho, sem pesar a seus familiares é que Maria Amélia resolve retornar aos estudos de Desenho e Pintura com Alfredo Andersen. Seu desenvolvimento é rápido, conquistando o apoio e admiração do mestre. Assim, já em 1917, torna-se a primeira mulher do Paraná a expor, individualmente, no Rio de Janeiro. Obtém calorosa acolhida por parte da crítica especializada, tanto é que o crítico Paulo Rubens chega a comparar suas naturezas-mortas às do mestre Pedro Alexandrino. Maria Amélia casa-se, em 1920, com o escritor e jornalista Pamphilo D’Assumpção, um admirador das artes que viria a apoiar sua carreira. Passa então a assinar Maria Amélia D’Assumpção. Em Curitiba, leciona Pintura e Desenho na Escola do Prof. Francisco Guimarães, na Escola Profissional Feminina e ministra aulas particulares, além de participar ativamente do movimento artístico da cidade. Dedica-se à pintura até seu falecimento, ocorrido em 1955. Grande parte de suas obras encontra-se com seus netos em Pelotas/RS, São Paulo e Rio de Janeiro. Em 1979, é organizada uma retrospectiva em sua homenagem no MAA. Ao falar especificamente sobre Maria Amélia D’Assumpção, a principal aluna de Andersen - segundo ele próprio - sentimos em sua obra uma ambivalência de sentimentos e resultados. Examinando os primeiros trabalhos que executa, mais simples e coloridos, são evidentes certas tendências fauvistas, sufocadas por uma formação acadêmica. Daí a certeza de que, se a artista tivesse nascido 50 anos mais tarde, sua obra estaria dentro desse contexto. Pela própria maneira de viver de uma “moça de família” da época, compreende-se facilmente por que essa artista é uma das mais notáveis pintoras de naturezas mortas, o que lhe vale o título de “Pedro Alexandrino Paranaense”. Naquele tipo de vida, pacato e caseiro, sua observação volta-se, sobretudo, para as flores e objetos que a rodeiam. É aí que Maria Amélia consegue conservar aquele sentido de “maravilhoso”, do ímpeto de vida de que é possuída. Nos retratos, alguns dos quais conservados nos Museu Paranaense, sente-se que apesar de certas características acadêmicas e detalhes rococós, a artista consegue transmitir uma invulgar percepção da realidade. Aqui e ali explodem as cores que a sua formação artística, demasiado objetiva, jamais conseguiria sufocar totalmente. Dois retratos da artista, pintados por Alfredo Andersen, integram os acervos do MAA e do Museu Paranaense, respectivamente.

Obras Relacionadas

Ricardo Krieger
preço sob consulta
Eloina Motta
preço sob consulta
Alvaro Borges Pai
preço sob consulta
Contato
Razão Social: SWEDENBORG COMÉRCIO DE LIVROS E ARTES - EIRELI
CNPJ: 07.661.834/0001-97
Endereço: Travessa Nestor de Castro, 223 - Loja 2 Centro - Curitiba - PR - 80020-120
Telefone: (41) 3027-4741
Desenhado e programado por Mosaic Web